ADSE

 



O Grupo SMIC encontra-se habilitado a responder às necessidades da população, dispondo para isso de um corpo médico e técnico altamente qualificado e de equipamentos dotados da mais avançada tecnologia, por forma
a assegurar a indispensável elevada qualidade dos exames. Assegurando o maior número de acordos e convenções com subsistemas e seguros de saúde.

O Regime Convencionado da ADSE é o sistema de acesso a cuidados de saúde em que o beneficiário recorre a médicos e entidades (não integradas no SNS) com os quais tem acordos. Ou seja, que, ao abrigo de um contrato (convenção), prestam determinados cuidados de saúde aos beneficiários da ADSE, cobrando valores previamente definidos e compilados numa tabela.

Esta tabela reúne a totalidade dos cuidados de saúde disponíveis no regime convencionado, definindo, para cada um deles, quais as importâncias fixadas, respetivamente, como encargo do beneficiário e da ADSE.

Assim sendo, no acesso a cuidados de saúde prestados por estas entidades, o beneficiário da ADSE paga diretamente ao prestador a parte do custo fixado na respetiva tabela. A parte restante é, por sua vez, assegurada pela ADSE em função do acordo estabelecido com o prestador do cuidado de saúde.

O recurso a um médico ou entidade com acordo com a ADSE garante, por conseguinte, que o beneficiário “recebe” de imediato a comparticipação a que tem direito, ao contrário do que acontece no regime livre, em que primeiro tem de suportar a totalidade dos custos, aguardando depois a comparticipação da ADSE.



Recorrer à REDE da ADSE


A REDE da ADSE é constituída por prestadores convencionados que se obrigam a determinadas regras, procedimentos e tabelas de preços.

A REDE da ADSE presta cuidados de saúde e atos, em ambulatório ou internamento, em diversas valências, designadamente:
  • Consultas;
  • Medicina dentária;
  • Medicina física e de reabilitação (fisioterapia);
  • Análises clínicas;
  • Anatomia patológica;
  • Imagiologia (RX,.ecografia, Tac e Ressonância magnética);
  • Medicina;
  • Cirurgia;
  • Psiquiatria.

O Prestador deve identificar o beneficiário. Para o efeito pode recorrer ao cartão da ADSE, ao Cartão Europeu de Seguro de Doença ou à declaração emitida pela ADSE.

O Prestador pode ainda identificar o beneficiário mediante a apresentação de qualquer outro documento de identificação oficial, com fotografia, devendo, nesta situação, validar os direitos do beneficiário através da consulta à ADSE DIRETA.

Na generalidade dos preços estabelecidos na REDE da ADSE exige-se o copagamento do beneficiário.

O beneficiário deverá exigir sempre a emissão do documento comprovativo do copagamento e deverá colaborar no cumprimento dos requisitos a que o prestador é obrigado, nos termos das regras e procedimentos em vigor.

O copagamento do beneficiário no acesso à REDE dos prestadores convencionados não é elegível para efeitos de reembolso pela ADSE.



 
Самая качественная в Киеве гидроизоляция